sexta-feira, 13 de novembro de 2009

the law of the playground


Devo postar menos por aqui já que estou divindo com um amigo meu um blog que engloba mais assuntos e a música está inclusa por lá. No cadela verde você encontra a resenha (em novo formato) e o link para download do novo disco da dupla The Boy Least Likely to, the law of the playground.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Love Dog


Seleção de oito músicas que tem como tema ou de alguma forma falam sobre cachorros. Post em homenagem a minha cadela Milou :)



Vida de Cachorro - Mutantes
Do the Dog - El Perro Del Mar
Songs for the Family - Herman Düne
Amendoim - Pato Fu
I Love my Car - Belle and Sebastian
All Dogs are Lying Down - Johhny Flynn
Dizzy Dog - Cocorosie
Black Eyed Dog - Nick Drake

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Enquanto o novo não vem...


The Vault, o serviço on-line do selo de Jack White, o Third Man, está vendendo (até o dia 22 desse mês) algumas raridades que previram o primeiro disco do duo White Stripes (1998). Também estão disponíveis outros materiais da banda, que, segundo Jack White, voltaria para os estúdios ainda esse ano...pelo menos agora temos uma trilha sonora (mesmo que das antigas) pra esperar essa volta que está virando lenda já...


Mais:

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Planeta Terra


Além de ser no "espaçoso" Playcenter, o festival mais esperado do ano (acredito eu) divulgou sua decepcionante programação, além do Primal Scream, na foto, (única banda que vale o festival) estão confirmadas o duo pop The Ting Tings, N.A.S.A, Copacabana Club, Macaco Bong e Movéis Coloniais de Acaju.

O evento acontece dia 7 de novembro, ingresso (data da venda em breve) para o primeiro lote sai a R$ 140 (R$ 70 meia-entrada).
PS: Confirmados também Metronomy, o DJ francês Etienne, Maximo Park, os brasileiros EX! e a banda que fará o ingresso valer mais que uma volta na roda gigante: SONIC YOUTH!!!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Invasão Sueca


O número de festivais esse ano foi reduzido de forma radical, mas acredito que para compensar essa escassez, estamos recebendo bandas melhores esse ano por aqui.

Em setembro acontece a quarta edição do festival Invasão Sueca (que ano passado teve como principal atração Peter Bjorn and John) em Fortaleza (Órbita) dias 18 e 19, São Paulo (SESC Pompéia) dias 24 e 25, e em Porto Alegre (Beco) dia 26.

A banda mais conhecida é Those Dancing Days, mas vale conferir os shows da cantora Britta Persson (foto) e do multinstrumentista Loney, Dear, boas apostas da cena atual sueca.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Julie Doiron


Descoberta da semana. Julie Doiron é uma cantora, compositora e instrumentista canadense. Seu primeiro disco de estúdio, Broken Girl foi gravado em 1996, no entanto ela começou sua carreira por volta de 1993. Eu geralmente posto sobre "novidades" atuais aqui, mas essa é uma exceção que vale a pena, até porque um dos motivos desse blog estar quase que inativo é o fato de não estar escutando nada novo que me chame a atenção. O som de Julie Doiron é aquele folk simplista, direto, mas de qualidade, assim como sua voz doce, na medida certa. Esse ano ela lançou o disco I Can Wonder What You Did With Your Day, que espero em breve escrever sobre ele aqui.

Não encontrei nada relevante sobre ela em português na internet. Mas no site oficial é possível baixar músicas e acessar um conteúdo legal.

domingo, 2 de agosto de 2009

Chris Garneau divulga novo disco em São Paulo


O cantor, compositor e musicista norte-americano Chris Garneau volta para São Paulo essa semana, dia 07 de agosto (sexta-feira) no Sesc Vila Mariana. Dessa vez, Garneau traz as músicas do seu segundo disco El Radio no repertório.
O show começa às 21h. Igressos a R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada)

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Thieves Like Us em São Paulo


O trio sueco/americano Thieves Like Us (nome da banda refere-se a uma música do New Order) se apresenta no Clube Glória no dia 01 de agosto (sábado) na festa fashionista Crash of Colors.

Mais informações no site oficial da casa.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Cat Power @Via Funchal



A voz aveludada de Chan Marshall aqueceu a gelada noite paulistana neste sábado

Depois de dois anos Cat Power retorna a São Paulo. O intervalo até que parece pequeno, mas não para os fãs que não puderam assistir ao seu show em 2007 (os ingressos acabaram no primeiro dia aqui em São Paulo) tiveram neste sábado (18 de julho) uma segunda chance.

A voz aveludada de Chan Marshall aqueceu a gelada noite paulistana por cerca de duas horas. Acompanhada da banda The Dirty Delta Blues, ela veio mais uma vez ao encontro de seus fãs, dessa vez no Via Funchal. O espetáculo começou com uma versão do The Animals, "House Of The Rising Sun", seguido apenas de um “Oi” para cumprimentar a plateia de aproximadamente três mil fãs, que em meio a aplausos declaravam seu amor pela cantora.

As músicas que comandaram o set list foram as do seu último disco, Jukebox (2008), como a versão acizentada para a música de Frank Sinatra, "New York, New York", "Lord Help the Poor and Needy", de Jessie Mae Hemphill, a sua própria versão de "Metal Heart" (Moon Pix, 1998) momento mais emocionante, acredito, para os fãs que gostam dos trabalhos mais antigos da cantora, além da versão blues de "Blue", da cantora folk Joni Mitchell, "Lost Someone", de James Brown, "Ramblin' (Wo) Man" de Hank Williams, nesta hora, Chan se agacha e parece sussurar no ouvido de cada um daquela multidão os versos "I love you baby, but you gotta understand / When the lord made me / He made a ramblin´ (wo)man", já "Song to Bobby", homenagem a Bob Dylan e única música autoral de Jukebox, ficou quase para o final do show.

Nas aproximadas duas horas de show, músicas do álbum The Greatest (2006) como "Live in Bars" e a homônima do disco (que faz parte da trilha sonora do longa My Blueberry Nights, 2007) couberam no repertório.

A noite ainda contou com duas surpresas para quem não esperava que ela arriscasse antigos sucessos: uma versão um tanto infeliz de "I Don’t Blame You" (You are Free, 2003) e a belíssima "Sea of Love" (The Covers Record, 2000, trilha sonora também do filme Juno, 2007).

"Angelitos Negros", do cubano Antonio Machin, encerrou a noite, de uma forma quase triste se não fosse seguido de um momento em que os fãs puderam se aproximar e receber flores e autógrafos da cantora que mais uma vez emocionou São Paulo.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Cocorosie - Coconuts, Plenty of Junky Food


Clique aqui para baixar o novo EP das irmãs Casady. Abaixo, a tracklist:


1. Happy Eyez
2. Coconuts
3. Milkman
4. Joseph City
5. Spirit Lake

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Yo La Tengo disponibiliza nova música no site da Matador


O trio norte-americano está gravando o álbum sucessor de I Am Not Afraid of You and I Will Beat Your Ass (2006).

O primeiro single do disco, Periodically Double or Triple pode ser baixado no site da gravadora Matador.


O novo disco da banda, Popular Songs tem data de lançamento prevista para o dia 08 de setembro nos EUA.


quinta-feira, 14 de maio de 2009

A volta do vinil


A gravadora Deckdisc comprou a extinta Poly Som - RJ (última fabricante de vinil do país, que fechou em 2001). A fábrica entrará em reforma e até o final do ano pretende voltar a fabricar as bolachas.

PS: Enquanto isso a Sony irá regravar clássicos nacionais em vinil lá fora (EUA) que vão de João Bosco a Chico Science & Nação Zumbi. E o preço, de importado (!!) claro, por volta de R$ 90...

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Cat Power retorna ao Brasil


Chan Marshall confirmou sua terceira vinda ao Brasil (sendo a primeira em 2001 e a segunda em 2007, no TIM Festival).

A cantora irá se apresentar na cidade de São Paulo, dia 18 de julho no Via Funchal. No show, Cat Power divulga seu disco mais recente de covers, o Jukebox (2008).

O preço dos ingressos variam de R$ 60 a R$300. E é melhor correr, porque as vendas começam hoje, 07 de março!
Mais informações no site do Via Funchal.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

TOP 5 Islândia


Aproveitando o clima gelado desse feriado, resolvi fazer um TOP 5 de bandas/artistas islandeses para servir de trilha sonora neste outono:



Sigur Rós

Amiina

Múm

Björk

Seabear

sábado, 18 de abril de 2009

Jupter - Starfucker


Não demorou nada para a banda de Portland lançar o segundo disco. O primeiro, lançado em setembro de 2008, Starfucker, sem dúvida conseguiu entrar na lista (pelo menos da minha) dos melhores do ano. Agora os caras chegam com Jupter, que conta com sete faixas ineditas e um cover sensacional de Girls Just Wanna Have Fun.

tracklist:
01 Medicine
02 Boy Toy
03 Dance Face 2000
04 Bed-Stuy (Super Cop)
05 Biggie Smalls0
6 Girls Just Want to Have Fun
07 Jupiter
08 Rawnald Gregory Erickson the Second (Strategy Remix)

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Moby e David Lynch


O cineasta David Lynch (que esteve no Brasil ano passado para divulgar seu livro "Em Águas Profundas") dirigiu o novo clipe de Moby, Shot in the Back of the Head, uma animação obscura que é a cara do diretor.

Para assistir, acesse: http://www.pitchfork.com/

A música faz parte do repertório do novo disco de Moby, Wait for Me, que tem a data de estreia para o dia 30 de junho nos EUA.

domingo, 29 de março de 2009

BEDROOM EYES


Projeto do músico sueco Jonas Jonsson. O BEDROOM EYES está na ativa desde 2006 porém minha descoberta é recente. Sem problemas com o pop, Jonsson leva muita ternura e letras emotivas em suas canções. Talvez você discorde, mas o jeito dele cantar me fez lembrar de Morrisey na hora.

sexta-feira, 27 de março de 2009

On my usual catch up with Cecilia


Clique aqui para escutar a nova música do Hari and Aino.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Fantasies (2009)


Fantasies é o novo álbum do Metric que será lançado oficialmente dia 07 de abril. Mas pra quem não aguenta esperar, o disco já vazou na internet, inclusive no MySpace da banda, que dizponibilizou todas as músicas.

Abaixo você confere o nome das faixas:


1. Help, I'm Alive

2. Sick Muse

3. Satellite Mind

4. Twilight Galaxy

5. Gold Guns Girls

6. Gimme Sympathy

7. Collect Call

8. Front Row

9. Blindness

10. Stadium Love

sexta-feira, 13 de março de 2009

The Dead Weather


The Dead Weather é MAIS UM projeto de Jack White (sem a Meg, infelizmente). A banda é formada pelo Dean Fertita do Queens of the Stone Age, o baixista Jack Lawrence do Racounters, White na bateria (!!!) e a vocalista Alison Mosshart do The Kills.

Jack produziu o quarteto que gravou o álbum em três semanas (pelo menos isso tem a ver com o White Stripes) no estúdio de sua própria gravadora (Third Man Records). A estreia da banda rolou essa semana, dia 11, numa apresentação para 150 convidados, que receberam o single “Hang You Up From The Heavens” e “Are Friends Eletric?”, versão para a música de Gary Numan, em vinil.

O disco, intitulado Horehound tem estreia prevista para o mês de junho. As duas músicas estão disponíveis no site oficial da banda.

Parece que os fãs de White Stripes vão ter que se contentar com as inúmeras parcerias de Jack por um bom tempo. Há pouco, o duo se apresentou no programa de despedida de Late Night Withe Conan O’Brien com a música “We Are Going to Be Friends”.

sexta-feira, 6 de março de 2009

terça-feira, 3 de março de 2009

Deep Red


Deep Red é o mais novo projeto de Nomi Ruiz, Andrew Raposo e Morgan Wiley, todos do coletivo Hercules and the Love Affair (que está trabalhando em seu segundo álbum). Se você curte as influências disco do grupo de Andy Butler, certamente irá gostar da novidade, que soa ainda mais sexy e minimalista que o Hercules.

Tim Burton gostaria de trabalhar com o The Cure


Em entrevista à BBC 6Music, Tim Burton falou um pouco sobre uma das bandas que mais o inspirou ao longo de sua carreira, o The Cure: “Consigo prever que seria muito fácil gostar de trabalhar com o The Cure em algum momento".

Durante a entrevista, o cineasta revelou que sempre foi fã do grupo e que ele influenciou o seu trabalho: "Eles sempre me inspiraram tanto, é uma honra estar aqui com eles", disse Burton em uma cerimônia em Londres. E ainda comentou sobre uma possível parceria: "A idéia está guardada na cabeça, provavelmente circulando pela minha alma".

Burton está trabalhando em sua versão 3D de Alice no País das Maravilhas. Já o The Cure gravou seu último disco no ano passado (4:13 Dream).

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Portishead pensa em novo formato de divulgação para próximo trabalho


Após o lançamento do último disco, Third (2008), a gravadora Universal encerrou seu contrato com o Portishead. Pensando no próximo trabalho, o trio de trip hop já está preocupado em como farão para distribuir as novas músicas.

O produtor da banda divulgou no MySpace "Com o mundo do jeito que está hoje, há inúmeras opções. Se alguém aí tiver alguma idéia brilhante de como vender a nossa música, nos avise", e já avisa também que a não existe a possibilidade de disponibilizarem músicas gratuitas.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Yeah Yeah Yeahs


O disco sucessor de Show Your Bones (2006), It's Blitz! chega às lojas no dia 13 de abril. A faixa Zero será usada como primeiro single do álbum, produzido por Nick Launey e Dave Sitek, integrante da banda também nova-iorquina TV On The Radio.
E para quem já está se perguntando se o Yeah Yeah Yeahs passa pelo Brasil para divulgar o novo trabalho, pode começar a criar maiores expectativas: não há data marcada nem nada, mas segundo a Universal Music dos EUA (gravadora da banda), o trio chega por aqui no segundo semestre de 2009.

Air


Jean-Beonît Dunckel, do duo francês Air está gravando a trilha sonora de um filme de comédia Cyprien (que estreia em breve). Já o disco chega às lojas no dia 23 deste mês. Para quem estiver a fim de escutar uma prévia deste trabalho, acesse a página do MySpace do filme.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

TOP 5 Folk Fofo


Iron and Wine
Smog
Bonnie "Prince" Billy
Andrew Bird
Laura Veirs

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Little Joy @ Clash Club

A segunda noite (29-01) que o Little Joy se apresentou estava mais “tranquila” do que na quarta-feira, segundo os funcionários da Clash, já Fabrizio Moretti confessa a plateia: “Ontem foi legal mas hoje é uma festa!”.

Por volta das 21h o Cidadão Instigado, quarteto comandado pelo músico cearense Fernando Catatau subiu para esquentar o palco e conseguiu, todos já estavam a seus postos esperando algo acontecer. O pocket show terminou às 21h30 e dali pra frente os fãs de Little Joy esperaram sofridos 30 minutos (sim, é exagero, mas foi isso que rolou, todos na maior expectativa).

Moretti subiu e atrás dele Rodrigo Amarante apareceu para dividir o microfone começando com a baladinha “Play the Part”, logo Binki Shapiro (extremamente tímida) surge e segue a música com eles, já emendada com “Next Time Around” e os músicos de apoio (Noah Georgeson, guitarra, Matt Romano, bateria e o baixista Todd Dahlhoff) com seus instrumentos.

Moretti, o mais empolgado do trio comenta “essa cidade é maravilhosa”, disse que estava com saudades daqui e que dessa vez veio com sua família para o Brasil. Depois dos agradecimentos de Amarante chega a vez de Shapiro com seu xilofone e sua doce timidez acalmar a plateia com “Unattainable”.

O clima calmo continua com Amarante em “Shoulder to Shoulder” e “With Strangers”, os fãs do hermano se emocionam, assim como ele, que declara “Quero voltar a morar aqui!”.

Shapiro fez jus ao seu nome e proporcionou o momento mais fofo da noite cantando o clássico “Walking back to happiness”, da diva Helen Shapiro. Dando continuidade a sessão cover, Fabrizio alerta “Agora eu vou fazer uma besteira total”, acompanhado da banda, o músico cantou “This Time Tomorrow”, dos Kinks e acaba não mandando tão mal como previu.

A banda finalizou com “Don’t Watch me Dancing”, mal saíram do palco e todos pediram bis. Amarante voltou sozinho e cantou “Evaporar”, recebendo aplausos e elogios e pra alegria geral o resto da banda retorna com “Brand New Start” de despedida.

Em menos de uma hora de show a bandinha de verão conseguiu arrancar muitas risadas dos fãs de Strokes e Los Hermanos e tocar hits que com certeza vão durar mais de uma estação.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Doves


A banda inglesa Doves irá lançar o álbum sucessor de Some Cities (2005) no mês de abril (ainda sem dia definido).

O processo de produção do álbum já está sendo finalizado. O primeiro single deste trabalho será "Kingdom Of Rust", que sai do dia 30 de março.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

The Crying Light - Antony and the Johnsons


Com a ajuda do maestro e compositor Nico Muhly, Antony deixa o drama de lado e faz um trabalho mais límpido, mesmo que com lágrimas.



O álbum antes mesmo de ser ouvido já despertou curiosidade: depois de toda melancolia de seu último disco I’m Bird Now (2005) em que na capa posava a atriz transexual Candy Darling (deitada na mesma cama onde faleceu meses depois), The Crying Light apresenta o artista japonês Kazuo Ohno, ícone do Butô - expressão artística em que a morte do corpo é sua base e as coreografias são feitas em silêncio - ou seja, daí já podemos tirar algumas conclusões (precipitadas mas nem tanto) do que vem a seguir.

Na primeira faixa “Her Eyes Are Underneath the Ground”, Antony lamenta a morte, e como ele próprio chegou a dizer, Antony fala sobre seus pais (no caso dessa faixa sua mãe) e seus relacionamentos como em “Aeon”, única faixa em que a guitarra (infelizmente) aparece, a letra fala sobre os sentimentos do músico: Hold that man / In your tender clutch / Hold that man I love so much (Agarre aquele homem / Num abraço carinhoso / Agarre aquele homem que eu amo tanto). Em “Kiss My Name”, uma das mais animadas do disco, em que a bateria dá um tom jazzístico a música, que remete a sua infância I’m only a child/Born upon a grave/Dancing through the stations/Calling out my name (Eu sou apenas uma criança /Nascido em um túmulo /Dançando através das estações /Chamando o meu nome).

A faixa homônima ao álbum vem acompanhada de um violão clássico com dedilhados impecáveis, sem exagero, o auge desse instrumento diante de todas as canções já gravadas do grupo. Antony quase abusa do falsete, uma das canções mais bem produzidas, que de tanta técnica deixa perder um pouco da emoção.

Em “One Dove”, o piano chora enquanto Antony canta sobre o encontro da paz desejada: “One dove / To bring me some peace / In starlight you came from the other side / To offer me mercy” (Uma pomba / Para me trazer um pouco de paz / Sob a luz das estrelas você veio do outro lado / Para me dar um pouco de paz).

Na sufocante “Another World” (primeiro single do disco, lançado em EP no ano passado), Antony parece ter acabado de sobreviver por não tem se afogado num mar de lágrimas. Mas a calmaria do piano não nos deixa entrar em desespero quando o músico canta que precisa de um lugar onde haja paz (I need another place / Will there be peace / I need another world / This one's nearly gone).

Depois de tomar fôlego chega o momento de glória em “Daylight and the Sun”, quando Antony volta um pouco ao passado com aquela voz a la Billie Holiday e sustenta a música com o piano que parece falar mais alto que tudo enquanto os violinos de Rob Moose ganham o brilho merecido que deixou a desejar no resto do disco.

Esse trabalho mostrou o lado mais clássico do grupo, o disco não fecha o círculo com notas previsíveis como os outros, assim o pop ficou de lado. Antony descobriu e nos contou que não é preciso tanto drama para emocionar.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Epilepsy Is Dancing

Clique aqui para assistir o vídeo de Epilepsy Is Dancing, dirigido pelos irmãos Wachowski (Matrix e Speed Racer), que faz parte do novo disco do Antony and the Johnsons, The Crying Light (resenha em breve aqui) que saiu essa semana (20 de janeiro).

O clipe ainda conta com a participação dos pintores Tino Rodriguez e Virgo Paradiso para ajudarem no figurino e a direção de arte. O vídeo é protagonizado pela atriz Johanna Constantine, parceira artística de Antony Hegarty.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Nickel Eye


Os fãs de Strokes estão musicalmente bem servidos. A banda continua em pausa, mas nesses últimos meses apareceram grandes novidades de alguns integrantes da banda que optaram por projetos paralelos.

Enquanto Albert Hammond Jr. segue carreira solo e Fabrizio Moretti acompanha o Little Joy (que está prestes a chegar no Brasil), o baixista Nikolai Fraiture resolveu transformar antigos poemas seus em música, com uma veia bastante folk. Nickel Eye (nome usado por Nikolai) toca baixo e violão em suas canções que fazem lembrar Leonard Cohen e Neil Young.

O músico está prestes a lançar seu primeiro disco, que sai no dia 26 de janeiro nos EUA, pela gravadora Rykodisc.

O álbum (que o próprio Nikolai produziu) conta com a participação de Nick Zinner, guitarrista do Yeah Yeah Yeahs e da cantora Regina Spektor (que já gravou uma música com os Strokes – “Modern Girls And Old Fashioned Man”).


Ouça músicas de Nickel Eye em seu MySpace

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Radiohead


A gravadora EMI irá relançar três discos do Radiohead com conteúdo extra, como lados B, gravações ao vivo dos discos Pablo Honey (1993), The Bends (1995) e OK Computer (1997) e um DVD.

Esse material chega às lojas na mesma semana (23 de março) que o grupo toca no Brasil. Esta versão inclui faixas lançadas que foram gravadas apenas em EPs e na Radio 1 da BBC.

Já o DVD contém performances ao vivo da banda como a do programa Later With Jools Holland (1997) e o lendário show no Astoria, em Londres (1994).


Além desta edição para colecionadores, serão lançados 12 singles do Radiohead em vinil, entre as que estão no primeiro EP Drill (1992) e outras mais recentes como “2+2=5”. A coletânea em vinil está com data prevista de lançamento para o dia 21 de abril.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Peter Bjorn and John


Os suecos Peter Bjorn and John confirmaram a data de lançamento mundial de seu segundo disco (sucessor de Writer’s Block, 2006), Living Thing chega às lojas no dia 31 de março.

A própria banda produziu o álbum, que também teve a colaboração de do músico Lars Marten.

O trio passou por aqui em 2008, no festival Invasão Sueca.

Abaixo, a tracklist de Living Thing:



01 – “The Feeling’’

02 – “It Don’t Move Me”

03 – “Just the Past”

04 – “Nothing to Worry About”

05 – “I’m Losing My Mind”

06 – “Living Thing”

07 – “I Want You!”

08 – “Lay It Down”

09 – “Stay This Way”

10 – “Blue Period Picasso”

11 – “4 Out of 5”

12 – “Last Night”

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Daniel Hunt


Hoje (16-01) Daniel Hunt, tecladista da banda britânica Ladytron faz um set (bastante parecido com o som do Ladytron, voltado para o electro-rock) na festa Rebel! vs Debut no Vegas Club - São Paulo, às 24h.

Entrada: R$ 30

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Sonic Youth de volta ao mercado independente



De acordo com a revista britânica Uncut, o novo álbum do Sonic Youth sai no mês de junho.

Ainda não existe uma data definida para o trabalho que o grupo intitulou de The Eternal, porém não confirmou que esse será o verdadeiro nome do álbum.

A banda encerrou seu contrato com a Major Music e agora assina com a Matador Records (conhecida por lançar discos de artistas como Cat Power, Belle & Sebastian e Pavement) marcando assim, sua volta ao mercado independente.


quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

The Whitest Boy Alive


O projeto do DJ e produtor norueguês Erland Oye (também do Kings of Convenience) está para lançar o sucessor Dreams (2006). O novo disco, Rules, chega às lojas no dia 03 de março.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Noble Beast - Andrew Bird (2009)


Novo trabalho de Andrew Bird emociona e não deixa a desejar, porém não surpreende em momento algum.

2009 definitivamente começou com ótimos lançamentos de discos. Já no mês de janeiro, mais precisamente no dia 20, Noble Beast chega às lojas. O músico já divulgou algumas músicas em sua página no MySpace e inevitavelmente o disco inteiro já está rodando pela internet. Sorte para os fãs mais ansiosos que aguardavam o lançamento do novo trabalho de Bird desde o antecessor Armchair Apocrypha (2007).

A primeira faixa , Oh No, começa de forma previsível e agradável: assobios e violão são a base desta música, assim como a de Andrew Bird, multiinstrumentista e compositor de Chicago.

Já a segunda faixa, Masterswarm, possui arranjos mais trabalhados e segue acompanhada de um violino que se arrasta até o final da música. Tenuousness parece dar um up, apresentando um folk mais animado e bem humorado, mas logo em seguida chega Nomenclature nos afunda numa linda melodia e dedilhados perfeitos de violão que dá o tom aos vocais melancólicos.

Not a Robot, But a Ghost tem a base mais ritmica no começo e no meio da música ela vai decaindo com pequenos toques de xilofone (que nos faz lembrar os discos anteriores) e violinos, que realmente é a sua maior aposta nesse trabalho – em quase todas as músicas Andrew Bird usa e abusa do violino, dando um pequeno diferencial de suas obras anteriores.

Resumindo, Noble Beast é um disco completo e com certeza esse trabalho enobrece a cena indie folk (que está em alta), porém não surpreende em momento algum. Bird apenas deu seqüência para aquilo que sabe fazer de melhor: folk como ninguém.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Javelins


A banda indie rock de Detroit adicionou hoje novas músicas em seu MySpace. Clique aqui para escutar.